(45) 3029-1328

Sole Terapias e Pilates

POSTUROLOGIA

Para nos mantermos na posição ortostática (em pé), nós, seres humanos, nos utilizamos de um sistema de informações chamado Sistema Tônico Postural, que permite analisar os estímulos e produzir uma reação postural que nos mantém em equilíbrio.

Segundo Pierre-Marie Gagey e Bernard Weber, a posição ortostática conquistada pela evolução filogenética do homem criou-lhe um problema de estabilidade, testemunhado pelos movimentos incessantes do centro de gravidade de seu corpo. Mesmo aparentemente imóvel, o homem ajusta sua postura permanentemente: ele “oscila”.

O controle da postura ortostática é fruto de numerosos fatores (biomecânicos, sensoriais, neuropsicológicos) integrados em tempo real num conjunto denominado de sistema postural. Através das entradas sensoriais, o homem mantém sua posição ereta contra a ação da gravidade e outras forças externas da natureza.

A Posturologia éPosturologia a ciência do equilíbrio que estuda o Sistema Tônico Postural através de informações dos sistemas integradores chamados captores posturais: os pés, os olhos, o ouvido interno, as vísceras e o sistema dento-oclusal. As cicatrizes patológicas, apesar de não serem consideradas um captor postural, também influenciam, e muito, no equilíbrio postural. Sendo assim, a Posturologia tem como objetivo avaliar os desequilíbrios posturais, analisar as diferentes entradas sensoriais e corrigi-las a fim de reprogramar um novo esquema corporal de uma forma equilibrada.

Os receptores sensoriais quando desregulados, geram perturbações estáticas, ou seja, desequilíbrios posturais, provocando forças anormais contrárias em diferentes tecidos do nosso corpo, sendo muitas vezes a causa de inúmeras patologias.

Quais as indicações da Posturologia?

As dores crônicas apresentam um excelente resultado com o tratamento do Sistema Tônico Postural. Como exemplo as hérnias discais, artroses, dores na coluna vertebral (cervicais, dorsais, lombares e sacrais), nevralgias, cervicobraquialgia, ciáticas, dores com componentes estáticos (quadril, joelhos, pés), alterações das curvaturas da coluna (hipercifose, escoliose, hiperlordose ou as retificações), patologias esportivas (câimbras, dores musculares, tendinites), cefaléias, vertigens, além de dores nos pés causadas por fasceíte plantar, esporão do calcâneo, neuroma de Morton, pé diabético, entre outros.

Como é o tratamento?

Primeiramente, realiza-se uma avaliação detalhada dos captores posturais e sua influência no equilíbrio tônico postural daquele indivíduo. Após serem identificadas as entradas sensoriais alteradas, o tratamento consiste em corrigir as disfunções através de mobilizações e exercícios específicos para cada captor postural, e sua duração varia de acordo com a necessidade. No caso de captor podal positivo, ou seja, disfunções e alterações da pisada influenciando de forma negativa o equilíbrio postural, além do tratamento biomecânico e muscular, é possível confeccionar uma palmilha proprioceptiva que fará parte do tratamento.

Como será esse tratamento com palmilha proprioceptiva?

Uma palmilha proprioceptiva tem a função de dar estímulos para os receptores podais, que se encontram na face plantar dos pés, com o intuito de corrigir o posicionamento corporal. O estímulo a ser colocado será eleito de acordo com a necessidade de cada paciente, conforme as respostas nos testes posturodinâmicos e de inibição de dor. Em média, terá um tempo de uso de 18 meses, salvo em casos de “perna curta anatômica” (quando existe uma diferença real no comprimento dos membros inferiores); nesse caso, a palmilha será de uso contínuo, com um componente ortopédico para corrigir essa diferença e alinhar a altura dos ilíacos.

Depoimentos

Veja o que nossos alunos relatam de nossos serviços

black
black
black